Genesis VI. The Creation of the Humans (Book)

De Tibia Wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Green Book.gif

Genesis VI. The Creation of the Humans

Localização: Biblioteca de Dawnport
Gênero: Indefinido.
Autor: Desconhecido.
Traduzido: Tick.png

Original:

So it came to pass that the elder gods created Banor the Divine Warrior. He was the very first human, and though his creators gave him powers no other member of his race would ever be able to match, he already displayed many characteristics which clearly proved him to be human. To this very day he is especially revered as an ideal of chivalry and bravery by those who dedicate themselves to the art of hand-to-hand combat, for he was just and brave in battle, and his prowess with the blade is legendary to this very day. Legend has it that the gods were also planning to create a twin brother for Banor, and that this twin was to wield incredible magical powers. However, it is said that Zathroth stole this prototype to create from it the very first demon overlord. Whatever the truth, the fact that the humans had entered the world of Tibia could no longer be overlooked. For despite their many weaknesses they were a brave and clever race, and they adapted surprisingly well to the grim world into which the gods had cast them. They took up the fight against the undead and the various others despicable creatures that roamed the lands, and soon the hordes realised that a new, powerful enemy had arisen.Many a fierce and bloody battle was fought, but Banor, a brave and shrewd leader, led his people from victory to victory. Still, those triumphs were often paid for with heavy sacrifices, and the sheer numbers of enemies the humans had to face was overwhelming. The gods did all they could to assist their new champion race in its struggle. Uman introduced the race into the arcane art of magic, and many a human followed his vocation to become a powerful sorcerer. Others were instructed by Crunor the Lord of the Trees to learn about the secrets of life, and they became druids and learnt how to heal those of their brethren who were wounded in the war against the relentless enemy. Of all humans it was them who learnt most about the secrets of life, and in fact some of them assisted Crunor in creating many creatures that populate Tibia today. But many of their creations were soon enough wiped out in the course of the cruel struggle. And the war went on and on.Banor had established a strong foothold in the land, and he consolidated his rule by founding a dynasty. He married Kirana, the noblest of all women, and she bore him Elane, who eventually came to master both the arts of distance fighting and the arcane art of magic, thus becoming the very first of the noble paladins. To this day the position of the leader of all paladins must only be filled with a woman, and those who do so invariably adopt the honorary name of Elane. Later on Elane fought side by side with her father, because Banor, who was in fact a demigod, was to live for many centuries. But even this did not help to turn the tide. The human warriors triumphed whenever Banor led them, but then the mighty human champion could not be everywhere, and those human armies that went into battle without him were vanquished by the dark hordes all too often.


Tradução:

Então aconteceu que os deuses mais velhos criaram Banor, o Divino Guerreiro. Ele era o primeiro humano, e, embora seus criadores tivessem lhe dado poderes que nenhum outro membro da raça jamais poderia igualar, ele já exibia muitas características que claramente provava ser humano. Neste momento, ele era especialmente reverenciado como um ideal de honra e bravura por aqueles que se dedicam à arte do combate corpo-a-corpo, pois ele era justo e bravo em batalha, e sua proeza com a lâmina é lendária para o verdadeiro dia. A lenda diz que os deuses também estavam planejando criar um irmão gêmeo para Banor, e que esse gêmeo iria exercer poderes mágicos incríveis. No entanto, dizem que Zathroth roubou esse protótipo para criar para ele o primeiro real senhor demônio. Seja qual for a verdade, o fato dos humanos terem entrado no mundo do Tibia não pode mais ser ignorado. Pois apesar de suas muitas fraquezas, eles eram uma raça valente e inteligente, e se adaptaram surpreendentemente bem ao sombrio mundo no qual os deuses os lançaram. Eles dedicaram-se a luta contra os mortos-vivos e as outras criaturas desprezíveis que percorreram as terras, e logo as hordas perceberam que surgira um inimigo novo e poderoso. Muitas batalhas sangrentas e ferozes foram travadas, mas Banor, um líder bravo e perspicaz, levou o seu povo da vitória à vitória. Ainda assim, esses triunfos eram frequentemente pagos com pesados sacrifícios, e o grande número de inimigos que os humanos tinham que enfrentar era esmagadora. Os deuses fizeram tudo o que puderam para ajudar a sua nova raça de campeões em sua luta. Uman introduziu a raça na arte arcana da magia, e muitos humanos seguiram sua vocação para se tornar poderosos feiticeiros. Outros foram instruídos por Crunor, o Senhor das Árvores, para aprender sobre os segredos da vida, e se tornaram druidas e aprenderam a curar aqueles de seus irmãos que foram feridos na guerra contra o implacável inimigo. De todos os humanos, foram eles que aprenderam mais sobre os segredos da vida e, na verdade, alguns deles ajudaram a Crunor a criar muitas criaturas que povoam o Tibia hoje. Mas muitas das suas criações foram suficientemente destruídas no decorrer da cruel luta. E a guerra continuou e continuou. Banor estabeleceu um forte ponto de apoio na terra, e ele consolidou seu governo ao fundar uma dinastia. Ele se casou com Kirana, a mais nobre de todas as mulheres, e ela o levou a Elane, que acabou por dominar as artes da luta à distância e a arte arcana da magia, tornando-se assim o primeiro dos nobres paladinos. Até hoje, a posição do líder de todos os paladinos só deve ser preenchida por uma mulher, e aqueles que o fazem invariavelmente adotam o nome honorário de Elane. Mais tarde, Elane lutou lado a lado com seu pai, porque Banor, que era de fato um semideus, viveu por muitos séculos. Mas mesmo isso não ajudou a virar a maré. Os guerreiros humanos triunfaram sempre que Banor os conduzia, mas o poderoso campeão humano não poderia estar em todos os lugares, e aqueles exércitos humanos que entraram em batalha sem ele foram vencidos pelas hordas escuras muitas vezes.

Retornar para Biblioteca de Dawnport.

BibliotecasBibliotecas Bibliotecas
Cidades
Academia de Rookgaard
Bibliotecas de Ab'Dendriel
Bibliotecas de Ankrahmun
Bibliotecas de Carlin
Bibliotecas de Edron
Bibliotecas de Kazordoon
Bibliotecas de Liberty Bay
Bibliotecas de Port Hope
Bibliotecas de Thais
Bibliotecas de Quirefang
 
Diversos
Livros espalhados pelo Tibia
Fora de cidades
Biblioteca de Ashta'daramai
Biblioteca de Beregar
Biblioteca de Mal'ouquah
Bibliotecas do Green Claw Swamp
Bibliotecas de Dark Cathedral
Bibliotecas de Drefia
Biblioteca de Demona
Biblioteca da Desert Dungeon
Biblioteca do Dream Realm
Biblioteca de Formorgar Mines
Biblioteca do Hellgate
Biblioteca da Isle of the Kings
Bibliotecas de Meriana
Biblioteca de Mintwallin
Biblioteca de Nargor
Biblioteca da Paradox Tower
Biblioteca de Plains of Havoc
Biblioteca de Krimhorn
Biblioteca de Razachai


Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Biblioteca
Ferramentas