V. ii, The Age of Chaos (Book)

De Tibia Wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Green Book.gif

V. ii, The Age of Chaos

Localização: Biblioteca de Dawnport
Gênero: Indefinido.
Autor:
Traduzido: Tick.png

Original:

The elder gods watched as the cataclysmic battle went on. They felt no pity for those that were slain because they cared little for Zathroth's creatures, but they knew that something was missing, that somebody was needed to take care of the bodies and souls of those who ceased to live. They began to look for a solution, and finally Uman proposed that a new god should be created, a god who should see to it that the dead would be taken care of. They decided that earth, which in a way was the giver of life, should have a part in taking it back, and that Uman should be the newly created god's father. But alas! The elder gods were not as cautious as they should have been, and so Zathroth the Destroyer learnt about their plans all too soon. He was fascinated by the idea of death from the start, because he saw in it a new chance to bring further havoc and destruction into the world. Soon he had devised a vicious plan. He posed as his good half Uman to fool earth, and with it he sired another god: Urgith the Master of the Undead. This hideous deity was devoted to death just like the god Uman and Fardos had in mind, but he was not the benign guardian of the dead they had envisioned. Instead, Urgith was a cruel god who strove to infuse the bodies of the dead with unholy energy, dooming them to a state that was neither life nor death. Thus, the hour of Urgith's birth marked the beginning of undeath.

Soon enough innumerable undead roamed the world. After all, Tibia was still covered by countless bodies of slain orcs, cyclopes and other creatures - the legacy of the many years of ceaseless war. These cadavers provided Urgith with the ideal recruitment pool, and he eagerly transformed all carcasses he could lay his hands into his gruesome servants. The gods watched in horror as a new scourge ravaged their beloved creation. They hurried to finally put their own initial plan into practice, and Uman united with earth in order to sire Toth the Warden of the Souls. It was to be his mission to safely guide the souls of the dead to the otherworld, where they would safely rest in the peace of an eternal dreamless slumber, while the worms, his faithful servants, swarmed out to devour their bodies that scattered the face of Tibia. But the damage had been done, and even though Toth and his servants did the best they could Urgith's ghastly creations continued to roam the land. All the other creatures, who were already greatly weakened by their endless wars, could put up little resistance to the new enemy who increased in strength with every loss they suffered. It looked as if Tibia was forever doomed to be a world that was inhabited by the living dead.

The elder gods looked at what had happened to their world, and their hearts filled with sorrow and resentment. They knew that if they did not act now Tibia would be destined to become a grave, and so they started looking for a solution. Eventually they agreed to try to create a sentient race of their own, a race that would be strong enough to take up the fight against the hordes that ravaged their beloved world. And so they created a race and sent it into Tibia. But alas! Urgith's minions were too strong. Their race was defeated within a generation, and it was wiped from the face of Tibia. So Uman and Fardos created race after race, and race after race was overwhelmed by the vicious abominations that Urgith had released into the world. Most of these races disappeared from the face of Tibia forever, leaving little but melancholy legends and mysterious ruins. Today, this sad era which is commonly known as the Corpse War is largely shrouded in mystery, and the unfortunate races that were destroyed in it are now referred to as the ancients.


Tradução:

Os deuses antigos assistiram enquanto a batalha cataclísmica continuava. Eles não sentiram pena por aqueles que foram mortos pois pouco se importavam com as criaturas de Zathroth, mas eles sabiam que algo estava faltando, que era preciso alguém para cuidar dos corpos e das almas daqueles que haviam parado de viver. Eles começaram a procurar por uma solução, e finalmente Ulman propôs que um novo deus deveria ser criado, um deus que deveria fazer com que os mortos fossem cuidados. Eles decidiram que a terra, que de certo modo era a fornecedora da vida, deveria ter parte em pegá-la de volta, e que Uman deveria ser o pai do deus recém-criado. Mas ai! Os deuses antigos não foram tão cuidadosos como deveriam ter sido, e então Zathroth o Destruidor aprendeu sobre seus planos cedo demais. Ele era fascinado pela ideia da morte desde o começo, porque nela via uma nova chance de trazer estrago e destruição para o mundo. Logo ele criou um plano perverso. Ele se passou por sua metade boa Ulman para enganar a terra, e com ela ele gerou outro deus: Urgith o Mestre dos Mortos-Vivos. Essa criatura odiosa era devota à morte assim como os deuses Uman e Fardos tinham em mente, mas ele não era o guardião bondoso que eles haviam imaginado. Ao invés disso, Urgith era um deus cruel que se empenhava em infundir os corpos dos mortos com energia profana, condenando-os a um estado que não era vida nem morte. Assim, a hora do nascimento de Urgith marcou o início da vida em morte.

Logo inumeráveis mortos-vivos percorriam o mundo. Afinal, Tibia ainda estava coberta de incontáveis corpos de orcs, ciclopes e outras criaturas mortas – o legado de muitos anos de guerra incessante. Esses cadáveres proveram a Urgith o campo de recrutamento ideal, e ele avidamente transformou todas as carcaças que conseguiu colocar as mãos em seus servos macabros. Os deuses assistiram horrorizados enquanto uma nova praga assolava suas criações amadas. Eles se apressaram em finalmente botar seu plano inicial em ação, e Uman se uniu com a terra a fim de gerar Toth o Guarda das Almas. Era sua missão guiar em segurança as almas dos mortos para o outro mundo, onde eles poderiam seguramente descansar em paz em um sono eterno sem sonhos, enquanto as minhocas, suas fiéis servas, se juntavam em bandos para devorar os corpos que cobriam a face de Tibia. Mas o dano já havia sido feito, e apesar de Toth e suas servas terem feito o melhor que puderam, as criações medonhas de Urgith continuaram a percorrer a terra. Todas as outras criaturas, que já estavam vastamente enfraquecidas por suas guerras sem fim, ofereceram pouca resistência ao novo inimigo que aumentava de força com cada perda que sofriam. Parecia que Tibia estava para sempre condenada a ser um mundo habitado pelos mortos-vivos.

Os deuses antigos olharam para o que tinha acontecido com seu mundo, e seus corações se encheram com tristeza e ressentimento. Eles sabiam que se não agissem agora, Tibia seria destinada a se tornar um túmulo, e então começaram a procurar por uma solução. Eventualmente eles concordaram em tentar criar uma nova raça ciente de si mesma, uma raça que seria forte o suficiente para tomar a luta contra as hordas que devastavam seu amado mundo. E assim eles criaram uma raça e a mandaram para Tibia. Mas ai! Os agentes de Urgith foram muito fortes. Sua raça foi destruída em apenas uma geração, e foi varrida da face de Tibia. Então Uman e Fardos criaram raça após raça, e raça após raça foi superada pelas perversas abominações que Urgith havia lançado no mundo. A maioria dessas raças desapareceu da face de Tibia para sempre, deixando pouco além de lendas melancólicas e ruínas misteriosas. Hoje, essa triste era é comumente conhecida como a Guerra dos Cadáveres, e é amplamente envolvida em mistério, e as raças infelizes que foram destruídas nela são conhecidas como os anciões.

Retornar para Biblioteca de Dawnport.
← V.i Part 2: The Age of Chaos

BibliotecasBibliotecas Bibliotecas
Cidades
Academia de Rookgaard
Bibliotecas de Ab'Dendriel
Bibliotecas de Ankrahmun
Bibliotecas de Carlin
Bibliotecas de Edron
Bibliotecas de Kazordoon
Bibliotecas de Liberty Bay
Bibliotecas de Port Hope
Bibliotecas de Thais
Bibliotecas de Quirefang
 
Diversos
Livros espalhados pelo Tibia
Fora de cidades
Biblioteca de Ashta'daramai
Biblioteca de Beregar
Biblioteca de Mal'ouquah
Bibliotecas do Green Claw Swamp
Bibliotecas de Dark Cathedral
Bibliotecas de Drefia
Biblioteca de Demona
Biblioteca da Desert Dungeon
Biblioteca do Dream Realm
Biblioteca de Formorgar Mines
Biblioteca do Hellgate
Biblioteca da Isle of the Kings
Bibliotecas de Meriana
Biblioteca de Mintwallin
Biblioteca de Nargor
Biblioteca da Paradox Tower
Biblioteca de Plains of Havoc
Biblioteca de Krimhorn
Biblioteca de Razachai


Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Biblioteca
Ferramentas