The Blood Curse (Book)

De Tibia Wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Brown Thin Book.gifRed Square Book.gif

The Blood Curse

Localização: Prateleiras de Storkus, perto de Kazordoon, nas Bibliotecas de Ab'Dendriel, Biblioteca da Isle of the Kings.
Gênero: Indefinido.
Autor: Desconhecido.
Descrição curta: Relatos sobre a maldição do sangue.
Traduzido: Tick.png
Artigos relacionados: Vampires, Urgith, Verminor, Ruthless Seven, Corpse War.

Texto Original:

The Blood Curse

Sages claim that we owe vampires to the dark deeds of some gods or demons. Some say, Urgith created them as a new tool for his wars. Others believe that vampires are an undead variation created by some powerful but not godlike being, very likely by one of the Ruthless Seven. Some think vampires are made by the Lord of the undead, other see Verminor as their creator. Again others see vampirism as some kind of curse.
It is said that the first vampire was a powerful warrior king who successfully fought the undead in the Corpse War. Being promised forbidden power and unification with his beloved ones, a once loyal follower of the king became the pawn of the dark powers. He poisoned his liege, probably over several months, using some nasty mixture which was handed to him.
As the king became sick and no one was able to heal him, the traitor stepped forward with a strange medicine. Trusting in his beloved servant, the king drank the medicine which actually was the blood of some servant that had been murdered recently. The medicine seemed to restore the king's strength, so the traitor had no trouble to feed him with more blood. Soon the king's appearance started to change. His aversion to sunlight and his paleness were attributed to his illness, but also the king's temper and behaviour turned more and more violent and aggressive. Nonetheless, the people loved their king and put up with his moods.
The traitor fuelled the king's growing paranoia with lies, so it was easy to convince him to get rid of certain court members. One by one the loyal advisers were removed and replaced with dark cultists. When the king was cut off from any loyal support, they stopped to give him blood and his illness returned, even worse than before. When he convulsed in pain and agony, they presented him a peasant to drain blood from. Almost insane by his ravenous thirst, the king accepted this sinister gift. As soon as he realised what was happening, he went berserk. In a fit of rage, he slaughtered each and every cultist that he encountered, but in the end they trapped him in his castle. The survivors fled with the corpse of the peasant who soon rose as a vampire. They drained him of his dark blood and killed him. Then they drank the blood to become vampires themselves.
The king was finally freed by loyal subjects. He had turned into something he had fought his whole life - an undead. It is said he left his castle in that very night, some say to hunt the traitors, others claim to end his undead life.


Tradução:

A Maldição do Sangue

Os sábios afirmam que vampiros agem para as trevas de alguns deuses ou demônios. Alguns dizem que Urgith os criou como uma nova arma para as suas guerras. Outros acreditam que os vampiros são uma variação de mortos-vivos criados por alguma coisa poderosa, mas não por um ser divino, muito provavelmente por um dos Ruthless Seven. Alguns ainda acham que vampiros foram feitos pelo lorde dos mortos vivos, outros veem Verminor como seu criador. Novamente outros veem o vampirismo como algum tipo de maldição.
Diz-se que o primeiro vampiro foi um poderoso rei guerreiro que combateu com sucesso os mortos-vivos na Guerra Cadáver. Sendo-lhe prometido um poder proibido e uma unificação com seus entes queridos, um seguidor leal do rei se tornou um peão dos poderes das trevas. Ele envenenou o seu senhor, provavelmente por vários meses, usando alguma mistura nojenta que lhe foi entregue. Como o rei voltou doente e ninguém era capaz de curá-lo, o traidor se adiantou com um estranho remédio. Confiando em seu adorado servo, o rei tomou o remédio que na verdade era o sangue de alguns servos que foram assassinados a pouco tempo. O remédio parecia restaurar a força do rei, então o traidor não teve nenhuma dificuldade de alimentar-lhe com mais sangue. Logo a aparência do rei começou a mudar. Sua aversão à luz do sol e sua palidez foram atribuídas à sua doença, porém também o temperamento do rei e o seu comportamento tornaram-se mais e mais violentos e agressivos. No entanto, o povo amava seu rei e acostumaram-se com o seu humor.
O traidor alimentou a crescente paranóia do rei com mentiras, então foi fácil convencê-lo a se livrar de alguns membros da corte. Um por um os fiéis conselheiros foram removidos e substituídos por cultistas sombrios. Quando o rei ficou sem nenhum apoio leal, eles pararam de dar sangue a ele e sua doença retornou, pior do que antes. Quando ele convulsionava em dor e agonia, eles o presenteavam com um camponês para ele beber o sangue. Quase insano por sua sede voraz, o rei aceitava esses presentes sinistros. Logo ele percebeu o que estava acontecendo e ficou furioso. Em um acesso de raiva, ele abateu cada um dos cultistas que ele encontrou, mas no fim eles o prenderam no seu castelo. Os sobreviventes fugiram com o cadáver do camponês que logo transformou-se em um vampiro. Eles drenaram-lhe o seu sangue negro e o mataram. Eles beberam o sangue para tornarem-se vampiros.

O rei finalmente foi libertado por súditos leais. Ele tinha transformado-se em algo que havia lutado contra por toda sua vida – um morto vivo. Dizem que ele deixou seu castelo na mesma noite, alguns dizem que para caçar os traidores, outros afirmam que para acabar com a sua vida de morto-vivo.

Retornar para Bibliotecas de Kazordoon, Bibliotecas de Ab'Dendriel, Biblioteca da Isle of the Kings.

BibliotecasBibliotecas Bibliotecas
Cidades
Academia de Rookgaard
Bibliotecas de Ab'Dendriel
Bibliotecas de Ankrahmun
Bibliotecas de Carlin
Bibliotecas de Edron
Bibliotecas de Kazordoon
Bibliotecas de Liberty Bay
Bibliotecas de Port Hope
Bibliotecas de Thais
Bibliotecas de Quirefang
 
Diversos
Livros espalhados pelo Tibia
Fora de cidades
Biblioteca de Ashta'daramai
Biblioteca de Beregar
Biblioteca de Mal'ouquah
Bibliotecas do Green Claw Swamp
Bibliotecas de Dark Cathedral
Bibliotecas de Drefia
Biblioteca de Demona
Biblioteca da Desert Dungeon
Biblioteca do Dream Realm
Biblioteca de Formorgar Mines
Biblioteca do Hellgate
Biblioteca da Isle of the Kings
Bibliotecas de Meriana
Biblioteca de Mintwallin
Biblioteca de Nargor
Biblioteca da Paradox Tower
Biblioteca de Plains of Havoc
Biblioteca de Krimhorn
Biblioteca de Razachai


Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Biblioteca
Ferramentas